Atenção: habilite seu browser para o uso de Javascript!


Especial para Militares

A diferença entre ponderar e falar francamente

Por Cleber Olympio

Importante: antes de submeter este texto à impressão, clique em "Texto Integral",
ao final desta página, para não comprometer a divisão do texto em páginas na impressora.

Página 2 de 2
Ir para a página:   01   02   

... é um ídolo para o homem, pois afirma algo como superior ao propósito santo de Deus. A ponderação aprisiona o homem em suas possibilidades e relega a Deus nenhuma crença na realização de eventos impossíveis. Sem fé é impossível agradar a Deus; o ponderão acredita tanto em sua opinião particular, na legitimidade absoluta de seu pedido, que se esquece da possibilidade concreta de que Deus muda eventos, sorte e situações de seus filhos. Não havendo esperança, não há fé; e em não havendo fé, não há concretização de promessa alguma.

Agora, quais são as atitudes de quem ousa e pede permissão, em oração, para falar francamente?

A inspiração está em Hebreus 4:16 e 10:22.

1. Achegar-se. O ato de se achegar não é meramente o de comparecer, mas sim o de estar presente de modo adequado e em condições. Ninguém pede permissão para falar francamente estando com qualquer tipo de apresentação pessoal, ou mesmo em qualquer comportamento que implique numa necessidade de se compor adequadamente diante da autoridade. Espiritualmente falando, o ato de se achegar de modo adequado e em condições significa estar por inteiro diante de Deus, como alguém purificado de seus pecados e atitudes de injustiça, “e o corpo lavado com água limpa”.

2. Com confiança. Quem deseja fazer algo de modo ousado e inovador, sem qualquer pretensão de ponderar, precisa estar sob confiança. Não se vai à autoridade com tremor (físico), ainda que com temor, indicativo de respeito. Coragem é a marca do militar, tanto quanto a do cristão autêntico. Quem também não apresenta a Deus suas petições com confiança, como poderá esperar uma resposta adequada às suas necessidades? É preciso ter “inteira certeza de fé” para se aproximar de Deus em oração.

3. Ao trono da graça. Ninguém é louco de pedir permissão para falar francamente com alguém não revestido de competente autoridade para ouvir sua petição e atendê-la adequadamente. Se, em âmbito militar, isso poderia representar em tese até crime de violação de sigilo funcional (art. 326 do CPM), ou, em outros casos, uma transgressão disciplinar com sérias consequências para a imagem do militar entre seus pares e cadeia de Comando, quanto mais para o crente que “abre seu coração” para uma autoridade que não seja somente a divina. Quantos perigos são envolvidos no fato de o homem confiar nos que ele pode ver ao invés de confiar no Deus a quem não vê! Age precipitadamente quem se achega confiadamente a qualquer trono que não seja o da graça: desses outros ele poderá obter ainda mais opróbrio, senão, inclusive, desgraça.

Conclusão

Objetivamente, os efeitos da ponderação são ruins e, se não cessados, conduzem inevitavelmente à postulação, a qual demanda punição. Por outro lado, quem abandona a via da ponderação e, estando em condições, pede permissão para falar francamente, pode obter da autoridade competente a resposta adequada à sua demanda.

Portanto, ao aparecer qualquer sinal de insatisfação, cessa a ponderação! Mesmo com vontade de aloprar, cessa a ponderação! Ainda que circunstâncias e pessoas te motivem a murmurar, cessa a ponderação! Leve suas demandas adequadamente ao Senhor que, mediante pedido, autoriza a fala franca e honesta. Ele, que tudo sabe e tudo vê, espera te ouvir, e tem plenas condições de operar nas circunstâncias e, no tempo oportuno, conferir resposta a quem dela precisa, conforme sua vontade soberana.


Texto Integral


Página 2 de 2
Ir para a página:   01   02   




RecuarPara o alto


Exare suas ponderações
Nenhuma ponderação adicionada.
Gostaria de ser o primeiro?
Preencha o formulário ao lado.

Comente o texto
Nome:  

Cidade:  

E-mail (não será publicado):  

Comentários:  

» Você pode digitar mais 1024 caracteres.
Digite a seguir o que você lê abaixo:  
M81wk3z


 

Importante: utilize este formulário para ponderar somente sobre o texto acima. Comentários sobre a nossa página devem ser postados na seção Contato.
Busca de Estudo Bíblico
Busca

DTM - Dicionário de Termos Militares
Termos, gírias e expressões da linguagem militar do dia-a-dia. Consulte:

Bíblia Online
Bíblia Online

Capítulo:    Versículo:

     
Palavra(s):

    
Interatividade
RSS Militar Cristão Militar Cristão no Facebook Militar Cristão no Twitter Assine abaixo o Boletim de Notícias
E-mail: